Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

Monarquia absoluta

 

 

Durante a Idade Média, a Monarquia absoluta ou absolutista era muito comum, segundo a definição clássica, é a forma de governo onde o Monarca ou Rei exerce o poder absoluto, isto é, independente e superior ao de outros órgãos do Estado. Tem como principal característica o seu detentor estar acima de todos os outros poderes ou de concentrar em si os três poderes do constitucionalismo moderno - legislativo, executivo e judicial.

Esse tipo de governo foi muito comum na Europa ocidental entre o século XVII e meados do Século XIX. Actualmente ainda existem monarquias absolutas no mundo árabe, etc., embora por vezes mais atenuadas e com um pouco mais de distribuição do poder.

Um exemplo de Estado que teve monarquia absoluta foi a Inglaterra, que adaptou essa forma de governo com Henrique VIII até à Revolução de 1688. Actualmente, é uma Monarquia Constitucional. A Áustria, por exemplo, já foi absolutista. De fato, a maioria das nações européias, na segunda metade do século XVI e nos inícios do século XVII, teve um estreito relacionamento com o absolutismo, tendo este sido fortalecido nos países protestantes pelo desenvolvimento da teoria do "direito divino dos Reis". Do lado asiático, temos como exemplos absolutistas o antigo Império Otomano, na actual Turquia.

Algumas formas de monarquias absolutistas ainda sobrevivem nos dias de hoje. Algumas são mais atenuadas (mistas), enquanto outras são completamente absolutas.


tags:

publicado por danielapedrix às 16:23
Aqui vao encontrar os trabalhos que realizei e que mais gostei. São trabalhos que lhe vão despertar a curiosidade de saber mais de algo. Projecto BlogsN-Escola EB23 de Nevogilde
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
24

25
26
27
28
29
30
31


Visitas: 21/10/2008
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO